amigos do Petit pois lilás

Tragédia da Região Serrana do Rio: Como Ajudar?

Boa tarde, gente. 
Nem tão boa para todos. Para mim, ótima tarde, creio que para você que está no conforto da sua casa, também seja uma tarde muito boa. Se compararmos nossas vidas neste momento ao "furacão" que passou na vida dos moradores da Região Serrana do Rio de Janeiro, podemos ver com uma clareza dolorida, o quanto somos abençoados. 
Vemos rostos desolados o tempo todo nos noticiários. Confesso que meu coração já não aguenta mais ver essas notícias, mas faço um esforço para me manter informada. Por trás dos semblantes desesperados dos que perderam tudo, dos que perderam quase ou toda a família, não podemos dimensionar o mínimo do que essas pessoas estão sentindo.
Esse post poderia ter vários caminhos a tomar. Eu poderia escrever linhas e  mais linhas sobre meus sentimentos de medo e impotência quanto à essa realidade. Poderia especular possíveis causas e culpados. Poderia falar do mal que temos feito ao nosso planeta que está doente, e diante da sua doença, quem perece somos nós. 
Mas muito mais útil que qualquer um desses assuntos é ajudar a divulgar como podemos dar a nossa contribuição. Como fazemos nossa parte como seres humanos. Pois é isso que nos distingue dos demais animais: Nossa solidariedade, assim como nossa capacidade de recomeçar. (Mas devemos nos lembrar de outra característica que também nos classifica como um animal muito peculiar: Somos os únicos animais que destruímos o próprio ambiente em que vivemos! Pense nisso!)

Então, para quem puder fazer um pouquinho, abaixo seguem os locais de arrecadação aqui em Macaé:
As maiores necessidades são água, alimentos não perecíveis, colchões, material de limpeza e higiene.

Um dos pontos de arrecadação é o 32º Batalhão de Polícia Militar de Macaé, que servirá como ponto de apoio para encaminhar os donativos.

As empresas de Macaé também se mobilizaram. A Lince Transportes estará com um container diariamente, até às 22h, no posto de combustíveis da Cancela Preta para recolher donativos e se dispôs levar as doações até Friburgo. Mesmo as multinacionais também farão arrecadações entre seus funcionários: “Durante uma semana mobilizaremos os funcionários para trazer o que puder doar”, disse Camila Silva, coordenadora da campanha realizada pela National Oil Varco.

As doações serão enviadas ao 32º Batalhão de Polícia Militar e revertidas para as inúmeras vítimas atingidas pelas chuvas na Região Serrana. 


Polícia Rodoviária Federal também está recebendo donativos em um posto que funciona durante 24h, montado no km 269 da BR-101, em Casimiro de Abreu

Outro ponto em que os interessados em fazer as doações podem se dirigir é o 9° Grupamento de Bombeiros Militar, na Rua Alfredo Backer, 290, no Centro de Macaé

A Secretaria de Ambiente também colocará uma tenda na Praça Veríssimo de Mello, das 10h às 17h, para arrecadar donativos na campanha “Ambiente Solidário”.

O Sesi e Senai  Macaé também estarão recebendo doações:
Sesi  Macaé -  Alameda Etelvino Gomes, 155 - Riviera Fluminense - Macaé.

Senai Macaé - Av. Prefeito Aristeu Ferreira da Silva, 70 - Novo Cavaleiro - Macaé.

Shopping Plaza Macaé - Av. Aluísio da Silva Gomes, 800, Granja dos Cavaleiros - Macaé.

Neste link e neste (Blog Retalhos da Therezinha), tem uma lista completa e atualizada com todos os postos e pontos de coleta e arrecadação em outras localidades do Estado, inclusive para doações em dinheiro e postos de doação de sangue. Quem puder, não deixe de fazer sua doação, R$1,00 que seja já faz muita diferença!

Eu já fiz a minha doação. Fiquei ontem acordada quase a madrugada toda separando roupas minhas e do marido, e um monte de roupinhas e sapatinhos de bebê que foram dos meus pequenos. Cada sapatinho minúsculo que eu pegava dava uma dorzinha boa o coração... Cada um deles tem uma história dos meus filhotes, um passinho dado neles. Mas doei com o coração, e o mais importante: dei o exemplo, ensinei o Henry a doar também! Mães, ensinem seus filhos a bondade e a solidariedade, o mundo de amanhã agradece!
Agora esses sapatinhos e roupinhas vão aquecer e confortar outros pequeninos que necessitam muito mais do que minha necessidade de ficar recordando. Tirei fotos deles (é claro) e é assim que eles vão ficar guardados na minha memória. E viva o desapego!

"Nenhum ato de bondade é em vão." 

Aqui na blogosfera, vejo muita gente se solidarizando, ajudando como pode. Portanto, se você tem um tempinho, ajude via Twiter, Facebook, Orkut ou qualquer outra rede social de comunicação. Ajude a divulgar links de postos de coleta e arrecadação de donativos... Toda ajuda é bem vinda para essas pessoas que não tem mais nada. Pense na sua casa, nas suas coisas, naquele enfeitezinho sobre a estante da sala, em como ele nos dá segurança, em como ele representa fatos e experiências da nossa vida, nosso caminhos, nossas conquistas. A vida é isso, é o conjunto de vivências, e ao longo da estrada acumulamos "coisinhas" para servir de recordação desse caminho. Imagine se você perdesse todo o seu caminho! Junto com as casas, se vão porta-retratos, se vão os passos dados, e infelizmente, se foram vidas, muitas vidas. A tragédia não distinguiu ricos e pobres, negros, amarelos ou brancos. Hoje lá todos tem duas coisas em comum: a perda e a dor. Imagino que "por onde recomeçar" seja a maior dúvida e maior desafio para essas pessoas. Ajude-as a sobreviver hoje, para que amanhã elas possam recomeçar!

"Vendo tantos que tem tão pouco é que percebemos o muito que temos."

Um abraço, 
 

2 comentários:

daniart disse...

É GÉSSICA SÓ NOS RESTA ORAR MUITO POR ELES E AJUDAR NO QUE DER NÉ.

Lucia Inerelli disse...

Claro Géssica, toda a ajuda é bem vinda! Vamos participar!
bjs
Lucia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...